quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Resumo de agosto até dezembro



Dando aquela resumida básica no que aconteceu no blog nesses últimos meses.

Em agosto teve BEDA: https://goo.gl/sXNdDb

-Filmes assistidos-

Guerreiro: https://goo.gl/hxXLnd
Ajuste de Contas e Onde Está Segunda?: https://goo.gl/Ve3sGk
Homem-Aranha de Volta ao Lar: https://goo.gl/NQbbH8
Thor Ragnarok: https://goo.gl/1gv9k8
Dr. Estranho e Liga da Justiça: https://goo.gl/E2hyTG
Rock Dog e Doentes de Amor: https://goo.gl/cKMKsY

-Livros lidos-

Burocratia: https://goo.gl/rUzMJv
Quando: https://goo.gl/heL4Ch
A Rainha Vermelha: https://goo.gl/UhXC3F
Cavaleiros da Taverna Redonda: https://goo.gl/9ivryF
Medieval: https://goo.gl/jBNSNe
Vida e Morte: https://goo.gl/tBxgS6
Sombra e Ossos: https://goo.gl/KAVg61
Destino: https://goo.gl/Vi8pAJ
Harry Potter e o Enigma do Príncipe: https://goo.gl/t1oTgT
Harry Potter e as Relíquias da Morte: https://goo.gl/bkudW4

-Séries Assistidas-

Defensores: https://goo.gl/Tmbrkq
Atypical: https://goo.gl/RS3Q6K
Doze Macacos (2ª temporada): https://goo.gl/sN1TJu
The Good Place: https://goo.gl/nmpD9b
The New Normal: https://goo.gl/n354ih
Castlevania: https://goo.gl/41uwRk
Justiceiro: https://goo.gl/xRZ5Wx

domingo, 7 de janeiro de 2018

OQAES: O Príncipe do Natal, A Grande Muralha e Estrelas Além do Tempo



     Amber Moore (Rose McIver) é um jornalista que recebe a tarefa de cobrir a coroação de um príncipe, prestes a assumir o cargo de rei, mas a jovem acaba sendo confundida e passa a trabalhar dentro do castelo, o que poderá lhe render uma ótima matéria.
     O Príncipe do Natal, produzido pela Netflix, é um filme que cumpre tudo o que promete, ser um romance bem clichê para se assistir no Natal. Com um enredo que já vimos antes, um desenrolar leve e previsível, que distrai e traz uma sensação de conforto







      Em A Grande Muralha, acompanhamos os mercenários Willian (Matt Damon) e Tovar (Pedro Pascal) que estão em uma jornada em busca do "pó preto", mas acabam aprisionados nas Grandes Muralhas da China, em meio a um ataque de monstros que se alimentam de humanos, e precisam decidir se tentam fugir, ou se batalham ao lado do exercito para proteger suas vidas.
      O filme é cheio de ação, lindas armaduras coloridas, mas pouca história. Muitas coisas são pouco explicadas e os personagens acabam não tendo muita profundidade. Ficamos sabendo que algo no passado de Willian o incomoda, mas isso também não é explorado.






      Estrelas Além do Tempo é um filme baseado em fatos reais, que conta a história de um grupo de mulheres negras, que trabalharam na NASA na época da segregação racial.
     O longa tem como protagonistas as personagens Katherine Jonhson (Taraji P. Henson), uma habilidosa matemática, que trabalhou diretamente com os cálculos para as trajetórias espaciais, Dorothy Vaughn (Octavia Spencer), que além de uma ótima matemática, tinha boas habilidades mecânicas e senso de liderança, e Mary Jackson (Janelle Monáe), uma mulher forte, que precisara batalhar para se tornar engenheira.
     O filme mostra, de forma emocionante, os problemas e injustiças sofridos por essas mulheres para que pudessem receber oportunidades e reconhecimento, e como elas não desistiram e lutaram para conquistar seu espaço em uma sociedade racista e machista.
        

domingo, 24 de dezembro de 2017

OQAES: Rock Dog e Doentes de Amor




     Rock Dog: No Faro do Sucesso é uma animação que conta a história de Bodi, um mastim tibetano criado para proteger uma vila de ovelhas contra os lobos, mas que sonha em seguir uma carreira musical. Um cachorro ingenuo do interior, que vai para a cidade grande em busca de seus objetivos.
      O desenho é engraçadinho e simples, com personagens bem comuns em histórias do gênero, sem muitas novidades, mas com uma trilha sonora bem interessante.








     Doentes de Amor é uma comédia romântica sobre o choque cultural do relacionamento entre Kumail, um humorista/uber paquistanês, e Emily (Zoe Kazan), uma estudante de psicologia de Chicago.
    Após uma grande discussão, Emily fica doente e acaba em coma, colocando Kumail (Kumail Nanjiani) em contato direto com a família da jovem.
        O filme não é lá muito engraçado ou inovador, mas tem boas interações entre os personagens, principalmente nas cenas com a mãe de Emily, Beth (Holly Hunter).

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Harry Potter e as Relíquias da Morte

livro Harry Potter e as Relíquias da Morte

     Em Harry Potter e as Relíquias da Morte, continuamos a acompanhar Harry em sua jornada para encontrar as Horcruxes e destruir Lord Voldermort.

     Durante sua perigosa missão, Harry, Roni e Hermione ainda precisam desvendar alguns mistérios sobre o caminho que Dumbledore planejou para eles, que traz para a vida dos jovens muitas dúvidas e frustrações, gerando desavenças no grupo.

     O sétimo, e último, livro da série tem um ritmo mais arrastado e cansativo, o que penso talvez ter sido proposital, para que pudéssemos nos sentir como os protagonistas, nos aproximando mais de seus sentimentos e do clima da história.
     Como muitos já sabem, esse é a livro da saga com o maior número de mortes, e posso dizer que as cenas narradas são bem tocantes na versão escrita. Aliás, muitos detalhes ficaram de fora da adaptação cinematográfica, alguns deles eu diria serem bem relevantes. Sabemos que é impossível adaptar tudo em um filme (ou dois no caso de as Relíquias da Morte), mas alguns pontos que não foram mencionados poderiam ter tornado o roteiro bem mais interessante e explorado melhor o potencial de alguns personagens.


     Obs: Luna Lovegood  (interpretada por Evanna Lynch) é uma única personagem, na minha opinião, que é bem mais interessante nas adaptações do que no original.

atriz Evanna Lynch como Luna Lovegood


     Obs 2: Não estou dizendo que ela é a melhor personagem dos filmes, mas sim que é a única que gostei mais da versão cinematográfica.

     Obs 3: Essa observação é só para dizer que Neville é um personagem foda ótimo. Ele merecia esse crédito :p

ator Matthew Lewis como Neville Longbottom com a espada de Gryffindor


     Apesar de ser um bom livro, o final da série me deixou um pouco decepcionada, ainda que eu soubesse como acabava.
     O capítulo de encerramento me pareceu pouco convincente, com diálogos sem "química" e muitos personagens sendo apresentados superficialmente, o que não ocorre nos outros livros, onde tudo é muito bem descrito.