sábado, 16 de dezembro de 2017

Versão Rock

guitarra

     Na playlist de hoje, separei algumas músicas de gêneros variados em sua versão Rock.


sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

O Justiceiro

ator Jon Bernthal como justiceiro

     Na série O Justiceiro, spin-off de Demolidor, acompanhamos Frank Castle (Jon Bernthal) tentando se adaptar a sua nova vida, já que acredita que sua vingança está concluída, mas novas informações sobre a morte de sua família e um novo aliado, faz com que o ex-fuzileiro retome sua antiga rotina.

      A série mistura investigação e muita ação, com um roteiro bem simples, mas amarradinho. 
     Novos personagens são apresentados, e alguns são bem cativantes, como David (Ebon Moss-Bachrach), novo aliado de Frank, que o ajuda a descobrir quem são os verdadeiros responsáveis pelas tragédias na vida dos dois.
       Infelizmente nem todos os personagens foram bem aproveitados, um exemplo disso é a agente especial Dinah Madani (Amber Rose Ravah), que poderia ter grande importância para a história, mas acabou se tornando mais uma vitima do que uma aliada, e isso me incomodou bastante.

      As cenas de ação, apesar de interessantes, são um tanto quanto exageradas. Por mais que Frank seja forte e resistente a dor, nenhum ser humano poderia agir como ele com tantos ferimentos. Essa incrível resistência acaba se estendendo para os vilões principais. Até é compreensível que no meio da ação, você não perceba alguns ferimentos, mas se você toma uma facada no peito, imagino que deva ficar difícil mexer os músculos do braço como se aquilo não fosse nada :p

     Achei que o final foi satisfatório, mas espero que a segunda temporada, já confirmada pela Netflix, mude um pouco o enredo, deixando o passado de Frank apenas como parte de suas características.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Harry Potter e o Enigma do Príncipe

capa do livro Harry Potter e o enigma do príncipe

     Em Harry Potter e o Enigma do Príncipe (sexto livro da série) acompanhamos Harry em uma série de descobertas sobre o passado de Lord Voldemort, enquanto também investiga o jovem Malfoy, que ele acredita estar tramando algo maléfico e perigoso.

      Quando assisti ao filme, não sabia a quantidade de informações que estavam sendo negligenciadas na adaptação desse livro, e agora, consigo entender a revolta dos fãs sobre a Gina do cinema.
      Apesar de não gostar de algumas atitudes da personagem (como a implicância gratuita que ela e outras mulheres tem com Fleur), a Gina do livro tem muito mais presença, coisa que meio que acontece com todos os personagens da saga, que acabam tendo sua personalidade amenizada nas adaptações.

     Fiquei bastante envolvida com a leitura, que tem um ritmo agradável, até mesmo em momentos em que parece não acontecer nada de muito importante.
     Gosto do cuidado que J. K Rowlling dá as descrições de personagens já conhecidos, porque muitas vezes, detalhes se perdem de nossa memória entre um livro e outro, principalmente por nos atentarmos tanto aos acontecimentos, e muitas vezes não lermos toda a série de uma vez.

     Achei as viagens pelas lembranças de algumas pessoas um dos pontos mais interessantes da história, nos mostrando um pouco mais do passado de Voldemort e os atos que o tornaram o bruxo mais temido do mundo.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Destino

capa do livro destino

     Destino é o primeiro livro de uma trilogia, escrita por Ally Condie, e acompanha a vida de Cassia, uma jovem que acaba de receber um par escolhido pela sociedade.
     Cassia sonhava com esse momento durante toda sua vida, mas as coisas começam a complicar quando dois rostos aparecem na tela que mostraria seu futuro marido.

     Como o enredo principal tinha base em algo de que eu já estou cansada em livros do gênero, o triangulo amoroso, minhas expectativas estavam bem baixas, mas fiquei muito feliz em estar enganada a respeito desse livro, que acabou se mostrando surpreendentemente bom.
      O triângulo não ocorre como na maioria dos livros que já li. Cassia não está dividida entre o amor de dois rapazes que competem por sua atenção, mas sim sobre duas possibilidades de vida diferente. É mais sobre aceitar o conhecido e seguro ou abraçar o novo e potencialmente perigoso.
      Junto com essa decisão, novas descobertas fazem o coração da jovem se encher de dúvidas sobre a supostamente perfeita sociedade em que vive e todas as "vantagens" que ela oferece.

      A descrição da sociedade e dos lugares é bem interessante. Fiquei bem intrigada para saber mais sobre os costumes e normas desse mundo, que as vezes, não parece tão distante.

     Ps: A capa do livro é uma das mais feias e sem graça que já vi, provavelmente nunca teria reparado nela se não tivesse lido uma indicação na internet. Depois de ler a história, percebo alguns significados legais nela, a entendo um pouco melhor, mas ainda não acho bonita :p

     Quer adquirir o livro? Clique aqui.