domingo, 25 de setembro de 2016

O que assisti essa semana

     O único filme inédito que assisti durante essa semana foi Capitão América: Guerra Civil, bem atrasada eu diria.
    Apesar de não ter lido as HQ's, sei mais ou menos o que acontece na história original e já sabia que o longa não seguiria o que foi apresentado anteriormente, mas esperava no mínimo um bom motivo para a divisão dos Vingadores e uma possível guerra, o que na verdade não aconteceu.
     O enredo do filme foi fraco e muito centralizado apenas nos ideias de Steve Rogers e Tony Stark, tornando a briga para os outros heróis superficial e infundada. 
       Um vilão foi inserido para tentar dar uma lógica para os acontecimentos, mas acabaram tornando os planos desse personagem um tanto quanto exagerados e complicados, parte do filme que mais me irritou.
     Assim como muitos, estava ansiosa pelo aparecimento do Homem-Aranha e tinha grandes expectativas, já que tinha lido algumas pessoas elogiarem sua participação e confesso ter ficado meio decepcionada, não pela forma como o personagem foi apresentado, mas por suas motivações em participar do confronto. Novamente, eu não li a HQ, mas pelo pouco que conheço, acho que a versão original dava mais profundidade para história e para os heróis envolvidos.
      Infelizmente os últimos filmes que assisti, tanto do universo DC quanto Marvel, ficaram bem aquém do que eu esperava, talvez eu esteja muito exigente ou com expectativas muito elevadas, mas eu definitivamente acredito que eles tinham material para algo mais.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Magi- The Kingdom of Magic


     The Kingdom of Magic é a segunda temporada do anime Magi e da inicio a uma nova jornada para os personagens, que agora seguem seus destinados separados, em busca de alcançar seus objetivos.
      Aladdim decide aprender magia na academia de Magnostadt e descobrir qual a ligação desse país com o Al-Thamen, onde teremos as maiores explicações do anime, que até o momento se mostrava um tanto quanto confuso e a inclusão de novos personagens importantes.
     Pouco após o inicio da temporada, o enredo começa a ser mais detalhado, amarrando as pontas soltas deixadas em Labyrinth of Magic, como a verdadeira origem do protagonista e quem são os verdadeiros responsáveis pelas anomalias que tem acontecido no mundo.
      Infelizmente, após um bom trabalho de correção na história, o final acabou não agradando. Tudo acontece muito rápido e tem suas resoluções de forma ainda mais acelerada. As grandes expectativas geradas sobre o grande mal que acometeria o mundo, além das guerras entre as principais nações do desenho, terminaram quase que instantaneamente, sem grande elaboração, isso sem falar de alguns acontecimentos que pareceram forçar um final feliz.
       A segunda temporada continua utilizando muito mal as personagens femininas e diminuiu o tempo de tela da Morgiana, a única que tem ainda alguma história durante o anime. A sexualização exorbitante que acontece na maioria dos animes me irrita bastante e nesse caso não foi diferente.
      A série animada deixou um gancho para continuação, que eu não tenho certeza se será feita, mas existe uma série Spin-Off que conta a jornada de Sinbad, trinta anos antes da história original. Eu comecei a assistir essa semana e logo trago a resenha para vocês ^^

sábado, 17 de setembro de 2016

Músicas que estou viciada no momento.

     Aqui vamos nós com mais uma playlist de músicas que eu não paro de ouvir nesses últimos dias.

     Essa semana eu conheci a nova música da Katy Perry e me apaixonei quase que instantaneamente por ela, pelo clipe e pelo visual da cantora que está incrível. Apesar de gostar muito da versão original, decidi postar aqui o cover feito pelo canal SUPERFRUIT com a participação de Mary Lambert, Brian Justin Crum e Mario Jose.

Rise



     Claramente minha cantora preferida não poderia estar de fora da playlist dessa semana, então hoje trago duas músicas da Sia para vocês.
The Greatest



Move Your Body



     E para finalizar a playlist desse sábado, uma música do Fall Out Boy, que já está entre as minhas mais ouvidas há um bom tempo.
Phoenix

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Lovesick


     Lovesick é uma sitcom da Netflix que acompanha a jornada de Dylan (Johnny Flynn) que  precisa reencontrar todas as suas ex-namoradas e informa-las que acaba de ser diagnosticado com clamídia para que elas possam realizar o teste também.
     Dylan, o protagonista da série, é um rapaz romântico e um pouco ingênuo, que divide apartamento com seus dois melhores amigos, o mulherengo Luke e a bem humorada Evie.
      A série mostra de forma não linear como foi cada um dos relacionamentos da vida do rapaz, que está em busca de ser verdadeiro amor.

     Com poucos episódios de curta duração, a comédia leve é fácil de ser assistida até mesmo em um único dia (coisa que eu quase fiz).
     Apesar de não ter um enredo muito inovador, possuindo vários tópicos já abordados em outras séries do gênero, os personagens acabam te cativando e fazendo com que você continua acompanhando a história.

      Infelizmente não tem como dar muito detalhes sem dar spoilers, pois como eu disse a série é bem curtinha, com apenas seis episódios em sua primeira temporada, mas acredito valha uma maratona em um fim de semana sossegado.
      A segunda temporada tem estreia prevista para 17 de novembro no Netflix e terá 8 episódios.