segunda-feira, 1 de setembro de 2014

#DL14 A Seleção


Imagem provisória, já que meus livros estão todos em caixas.
  Como segundo livro do desafio devíamos escolher uma distopia, então escolhi A Seleção, pois já estava na minha lista.
  O livro faz parte de uma trilogia e foi escrito pela americana Kiera Cass e tem como suas sequencias os livros A Elite e a Escolha, além de livros de Spin-off

   O livro se passa onde antes era os Estados Unidos, após a quarta grande guerra, em um país fictício chamado Illéa, cuja a sociedade é dividida em oito castas.
   América Singer e uma jovem de casta cinco, onde pertencem os artistas, e possui uma bela voz. Vive com sua família de forma humilde e namora secretamente Aspen, um rapaz de uma casta inferior a sua.

    A jovem que juntava dinheiro para um dia se casar com seu amado, tem sua vida mudada quando recebe um convite para o sorteio da Seleção, um concurso para escolher uma esposa para o príncipe Maxon, futuro governante de Illéa.
    Mesmo não querendo participar de algo que  julgava como futilidade, ela não pode ignorar o quanto isso poderá ajudar sua família, além de outro acontecimento que a leva a se inscrever.
    Mas nem tudo é como ela imaginava, e logo ela se vê em um mundo completamente diferente do seu, longe de sua família de seu grande amor, onde sua maior surpresa é o próprio príncipe que se mostra muito diferente de suas primeiras impressões.


    O livro foi realmente muito bom, com uma leitura leve e bem rápida, mas admito que não existe grandes emoções ou grandes viradas.
    Gosto muito da relação entre os personagens da América e Maxon, divertida, leve e sincera, e como a maioria das pessoas, eu fico torcendo por um romance :p
    Ansiosa para ler o segundo volume, onde aparentemente, pelo menos eu acho, ocorrerá maiores emoções.

10 comentários:

  1. Quando eu leio histórias assim, a última coisa que espero são romances, pois são coisas muito manjadas. É como uma história em que alguém se apaixona por alguém só porque o vê todos os dias. Isso é confundir amor com amizade. Amor mesmo você sente que não pode viver sem o outro logo de início e percebe que lutar contra isso é lutar contra si mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acho que toda amizades vira um romance, mas acho que é uma boa forma de começar um relacionamento ^^

      Excluir
  2. Adorei a resenha! Eu li toda a trilogia, e gostei bastante da história e da criação da sociedade feita por Cass, mas achei América meio chata, vc não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, eu só li o primeiro ainda, mas eu tenho uma visão geral de mocinhas envolvidas em triângulos amorosos (excluindo a Katniss claro :p), são sempre meio egoístas e enjoadinhas.

      Excluir
  3. Oi Andressa! A cada resenha que eu leio mais tenho vontade de ler A Seleção, porém estou sem tempo para acrescentar mais leituras esse ano.Mas irei comprar no fim do ano ahaa! Gostei da resenha, parabéns! #DL14
    http://apenasumaleitura.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  4. Eu já li e também achei o primeiro meio parado, mas no segundo se prepara que realmente tem muitas emoções. Esperando a sua resenha dos próximos.
    Beijos!!!

    http://follow-and-breath.blogspot.com.br/ #DL14

    ResponderExcluir
  5. Oii!
    Ah, eu gostei bastante dessa trilogia. É uma distopia com um fundinho de verdade, quem sabe o mundo não esteja caminhando para se tornar Illéa. Confesso que o final me desapontou um pouco, ansiosa para ler sua opinião dos próximos volumes.

    Beijos,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir

Por favor, não utilizem palavras ofensivas ou divulguem spoilers de qualquer espécie.

Obrigada!