terça-feira, 16 de dezembro de 2014

#DL14 Ame o que é seu

   Para a última parte desafio, nós deveríamos escolher um livro onde o personagem tivesse o nosso nome, bem como não achei nenhum chamado Andressa, fui para apelidos e aproximações e encontrei esse livro da Emily Giffin, com um personagem chamado Andy (ninguém me chama assim, mas não ia achar nada com o nome de garça ou bonecão de Olinda rsrs).

    Eu não curto livros de romance, ou livros onde o foco principal sejam problemas no relacionamento, mas como era o nome mais próximo...

    O livro conta a história de Ellen, uma fotografa recém casada que tem uma vida perfeita, com uma família perfeita e um maridão (Andy) digno de livros, que começa a questionar suas escolhas após um reencontro com um grande amor do passado (Leo).
    Durante o livro tive aquela sensação de quando você esta vendo um filme de terror e fica pensando como a mocinha é burra por decidir andar sozinha no escuro, pois é, a todo o momento a personagem fazia uma escolha que a levaria a em um problema.

    Ellen tem algumas características interessantes que me fizeram simpatizar com ela no primeiro momento como a mania de racionalizar tudo, ou o pequeno TOC que ela tem e principalmente as viagens que ela cria em meio a conversas, imaginando N possibilidades para as coisas, mas com o passar da história, minha simpatia foi diminuindo gradativamente. Quando suas dúvidas começam a aumentar, fica evidente que todo o problema é ela e não os seus relacionamentos, e que tudo poderia ter sido resolvido de forma melhor se ela não pensasse tanto em si ou fosse mais sincera.

    Uma personagem que eu gostei bastante e que achei uma pena ter aparecido tão pouco, foi sua irmã Suzanne, uma mulher amargurada e que fala o que pensa. Achei que talvez uma maior participação dela seria mais interessante do que a da Margot, irmã perfeitinha de Andy e melhor  amiga de Ellen.

    No geral, a leitura foi bem tranquila e muito rápida, e bem menos tediosa do que eu esperava por ser um gênero que não me agrada, mas o final foi previsível e de fato não me agradou, mas para quem curte livro sobre o tema, acho que é uma boa pedida.

4 comentários:

  1. Também não gosto de livros que foquem em romance. Romance tem de ser um troço secundário. Acho que o mais perto que eu li disso foi A Rainha dos Condenados, da Anne Rice.

    Bonecão de Olinda é sacanagem ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrs pois é, achei que ia ser bem difícil achar um personagem com esse nome kkkk

      Excluir
  2. Achei que essa era a etapa mais difícil do dl14, mas vc se saiu muito bem. Eu geralmente gosto de romances, mas tbm não simpatizei muito com essa autora não...=/

    P.S.: que apelidos são esses menina?? kkkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vlw ^^
      São apelidos carinhosos que recebemos de nossa família :p rsrs

      Excluir

Por favor, não utilizem palavras ofensivas ou divulguem spoilers de qualquer espécie.

Obrigada!