domingo, 11 de janeiro de 2015

O que assisti essa semana

    Na verdade nesse primeiro "o que vi  na semana" eu vou comentar sobre todos os filmes que assiste desde o dia 01/01/15 até esse sábado agora dia 10/01/15.

     No dia primeiro, eu e minha família fizemos uma sessão e assistimos logo três filmes na mesma noite.

Pompeia 

   O filme conta a história de Milo (Kit Harigton) um escravo/gladiador que se vê em meio a destruição de Pompeia durante uma luta.

    Dos três filmes que assisti nessa noite, esse foi sem dúvida o mais legal. Cenas de lutas bem legais (exageradas como em quase todo filme do gênero :p) e bastante ação durante todo o filme.
    Acho que o romance central que envolve Milo, poderia ter sido melhor desenvolvido, pois foi tudo meio rápido: vê, se apaixona, morreria pela bela moça, mas ainda sim um filme que valeu a pena ser assistido.



Heróis de Ressaca

      Um dos filmes mais trash que eu já assisti e fala sobre a aventura de cinco amigos que depois de vinte anos tentam novamente cumprir uma antiga missão não realizada, beber em doze bares diferentes em uma única noite. Em meio a esse reencontro eles começam a perceber que a cidade onde cresceram já não parece mais a mesma e que coisas estranhas acontecem ali.
      Não curto muito o estilo comédia pastelão, mas tenho que confessar que dei risada com esse filme, muitas vezes por pensar "mas o que raios é isso?".
      O filme de origem inglesa e sem compromisso com a realidade me chocou ainda mais por um elemento em seu elenco: Pierce Brosnan (e não no personagem principal).
      Engraçado e completamente sem nexo, foi uma boa distração para uma noite com a minha família, mas longe de um filme que assistiria novamente.


Aliança Mortal

     Fechamos a noite assistindo um filme de Jean Claude Van Damme, sem uma história muito elaborada, mais pela pancadaria mesmo :p.
     Henry (Tom Everett Scott) é um ex-militar que trabalha como guarda florestal que em meio a um acerto de contas com o irmão de um antigo companheiro de guerra se vê perseguido por traficantes, liderados por Van Damme, que necessitam de suas habilidades para recuperar um lote de drogas.
     O filme tem diversos erros de continuidade ou de viabilidade e mesmo sem nenhuma expectativa quanto a história, eu achei ele bem fraquinho, incluindo as cenas de luta.




    No primeiro domingo do ano, vimos um filme que há muito eu vinha adiando que é A Menina Que Roubava Livros, adaptado da obra de Markus Zusak
    Mesmo sendo meio parado no começo, o filme é muito emocionante e valeu super a penas assistir.
    Liesel aprende a ler com seu pai adotivo e logo se torna uma amante dos livros, e é através deles que ela encontra a felicidade em um época de guerra e destruição.




    Na quinta feira dia 08/01/2015, seguindo ainda o estilo de filmes de guerra, assistimos Caçadores de Obras-primas.
    Com um elenco de peso (George Clooney, Matt Damon, Bill Murray, Cate Blanchet, entre outros) o filme adaptado da obra homônima de Robert M. Edsel, conta a história de uma grupo de homens trabalhando para o exército americano com a missão de salvar obras de arte roubadas pelos nazistas durante a segunda guerra.
    Com um sutil toque de comédia e um pouco de drama, acho que o filme acertou em cheio no equilíbrio.



    Sexta feira em casa, e o que eu queria era ver uma comédia leve para descontrair, então escolhemos o nacional Os homens São de Marte e é Para Lá Que Eu Vou.
     Mônica Martelli é Fernanda, uma mulher independente de 39 anos que cansou de ser solteira e decide que já passou da hora de se casar.
     Meio previsível, típico de uma comédia romântica, mas engraçado, com ótimas tiradas de humor.




    E para finalizar a semana, assistimos a nova versão de Carrie, a Estranha (ainda não assisti a primeira versão) baseado no livro de Stephen King.
    Eu sou bem medrosa e não curto assistir filmes de terror, mas me convenceram (lê-se Juh Lima) que de terror o filme não tinha nada, então eu fui lá assistir e tive que concordar.
    Carrie (Chlöe Grace Moretz) é uma jovem tímida e retraída que vive com sua mãe ( Julianne Moore) uma religiosa extremista, e começa a ter problemas na escola por seu jeito diferente, sendo excluída pelos colegas. A jovem tem estranhos poderes e toda a repressão que sofreu mas os ataques constantes de seus colegas começar a ter grande peso sobre a jovem.
    O filme é realmente bom, e só não gostei dos últimos segundos (pouco antes de subir o letreiro), e pretendo quem sabe assistir as outras versões para ver qual acho melhor.




   Bem pessoal, esses foram os filmes que assisti essa semana (sem contar os repetidos :p). Na próxima semana serão apenas os filmes de domingo a sábado então acho que será uma lista menor. Desculpem pelo post longo, mas espero que curtam as dicas. Obrigada por lerem ^^.

9 comentários:

  1. Oi!

    Pompeia que queria ver, mas alguém lá no blog viu e disse que tava muito vergonha alheia, especialmente pra gente que é fã de Spartacus, ai já fiquei com o pé atrás. Já tinha o pé atrás com o KIT de gladiador né, mas :P UAHSUHAUAHSUAHSUAHSUAHS
    A menina que Roubava Livros, creio eu, seguiu no mesmo ritmo do livro e foi tão deslumbrante quanto (vou morrer achando a cena em que o Max sai do porão a coisa mais linda da vida). Eu amei muito o filme.
    E Carrie (foram só esses que assisti) eu achei essa versão recente bem fraquinha, na real. Tinha assistido a primeira, dos anos 70 (ou seria 80? Nunca lembro) há alguns anos e lembro de ter achado bem legal, mas não curti tanto o remake, apesar de ter gostado da Julianne e da Chloe no filme!

    bjos,
    Bianca

    www.blogsomaisum.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu curti a história de Carrie mas ainda não vi os anteriores, preciso assistir.
      Obrigada pela visita ^^!

      Excluir
  2. Olá, tudo bem??

    Acabei de achar seu blog e já estou seguindo! Adorei o estilo dos posts... Espero ver voê lá no meu cantinho.

    Eu assisti caçadores de obras-primas no dia do meu aniversário do ano passado acredita? Adoro passar maus aniversários no cinema hahaha. Mas concordo que acertaram em cheio! Poderia assistir novamente

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi! Escrevi um lance enorme pra cá e agora não estou vendo. Preguiça de escrever de novo.

    Vou só reescrever uma coisa: O antigo Carrie é mesmo melhor, mas este não é ruim. Falando em adaptações do Stephen King, o melhor filme é O Iluminado do Kubrick. Assiste lá, mas assiste com o teu pai. Depois que a gente é pai esse filme pega a gente beeem melhor...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Iluminado eu assisti ^^, não é um filme que eu tenha curtida muito não, mas a atuação de Jack Nicholson merece ser comentada, pois o cara é realmente muito bom!

      Excluir
  4. Siiiim!!!! Consegui te convencer de assistir a nova versão! Se quiser companhia pra assistir as outras versões, eu juro que não me incomodo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bele, vamos marcar, depois da sessão Star Wars, sessão Carrie :p
      Rsrs.

      Excluir
  5. Acho isso justissímo!!! Caaarrie *.*

    ResponderExcluir

Por favor, não utilizem palavras ofensivas ou divulguem spoilers de qualquer espécie.

Obrigada!