segunda-feira, 29 de junho de 2015

O que assisti essa semana 13

    A postagem está atrasada, mas como faz algum tempo que não falo sobre os filmes, resolvi posta-la assim mesmo ^^.

    Loucos por Dinheiro, estrelado por Juno Temple e Michael Angarano.
Não lembro muito bom o dia, mas creio que foi há uma semana atrás, assisti a comédia
    O filme conta a história de um jovem casal, com problemas financeiros, que descobre uma chaleira mágica, que cria dinheiro toda vez que eles se machucam.
    As ideias que eles tem para fazer mais e mais dinheiro são bem engraçadas de se assistir, e a relação deles em si também gera um bom divertimento.
     O filme pode não ter uma grande história, e ter algumas coisas bem previsíveis em comédias, mas ainda sim é um bom entretenimento, e cumpre bem a proposta criada.

    Obs: Do jeito que eu sou desastrada eu ficaria rica rapidinho com  uma chaleira dessas em casa :p.

   
     Na segunda- feira, assisti a adaptação franco-alemão de A Bela e a Fera, lançada em 2014,estrelado por Vicente Cassel e Léa Seydoux.
     O filme tem um belo cenário, do tipo que você ficaria louco para conhecer, e figurinos bem elaborados e de ótimo gosto, mas infelizmente, é só isso.
   A história tem algumas pequenas modificações, com diálogos "mais adultos", mas que deixou muito a desejar.
     Se você acha que na versão da Disney em desenho, eles se apaixonam de forma rápida, vai ficar surpreso com o romance dessa jato desse adaptação.
   Achei os personagens fracos, com diálogos nada naturais, e ainda conseguiram transformar a Bela, uma jovem doce e determinada, em uma garota chata e arrogante.


   Na terça, apesar de perder os primeiros minutos do filme, assisti O Protetor, um filme de ação protagonizado por Denzel Washigton e Chloë Grace Moretz.
     Robert é um ex-agente de operações secretos, que deixa sua vida pacata para ajudar uma prostituta russa, com quem faz amizade em uma lanchonete.
     Apesar do excelente elenco (assisto muitos filmes só pro causa deles), e de gostar de personagens "fodões", por falta de palavra melhor, achei esse muito exagerado.
    A história em si, não é muito trabalhada, tendo como único foco, as incríveis habilidades de Robert, que começa a usa-las para defender as pessoas.
      Para quem gosta de porrada e tiro o tempo todo o filme é uma boa pedida.



    O motivo do atraso dessa postagem foi porque ontem, domingo, fui ao cinema assistir Dragon Ball Z: O Renascimento de 'F'.
     Foi uma sessão nostálgica de um anime que passei tanto tempo assistindo, e isso foi bem legal, e confesso ter ficado com vontade de rever pela milésima vez.
     O filme foi mais ou menos o que eu esperava, apesar de achar que o vilão foi mal aproveitado (se você se dá ao trabalho de reutilizar alguém pela terceira vez, por favor, cresça o personagem :p).
     Não gostei da nova arte, preferindo os traços antigos do animes, que apesar de mais simples, eram mais bem feitos e com efeitos menos exagerados.
   Os diálogos de Dragon Ball Z nunca tiveram muita qualidade, por isso já esperava essa característica no filme também, mas ainda sim, eles podiam ter dado uma melhoradinha, para não ficar tudo muito forçado.
      Notei também, uma pequena descaracterização dos personagens, que foi algo que me incomodou bastante, como o Goku mais arrogante, ou a Bulma mais "sem noção".
   Apesar de tudo, foi divertido rever os personagens que fizeram parte de toda a minha infância/adolescência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, não utilizem palavras ofensivas ou divulguem spoilers de qualquer espécie.

Obrigada!