terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Sobre Spam

     Há alguns dias atrás, um grupo de blogueiras se reunirão em uma conversa para discutir sobre os "spams" da vida. Falamos sobre os mais diversos tipos, desde o mais simples ao famoso "seguindo, segue de volta?" e indo até aqueles mais invasivos que muitas pessoas recebem dentro de suas páginas pessoais em redes sociais.

      Durante a conversa, foi realizado uma coleta de opiniões sobre alguns tópicos em relação ao assunto, e agora vou postar aqui para vocês o que outras blogueiras e eu pensamos sobre o tema.



  1. Como você se sente quando recebe uma mensagem no facebook em que o intuito não é conversar, mas sim divulgação?


    "Acho errado, sei lá, eu não gosto. O face é uma ótima ferramenta de divulgação, mas não podemos esquecer que é um perfil pessoal. Enviar propaganda diretamente no inbox é o mesmo que abrir a geladeira da pessoa sem pedir licença."
    Mari Scotti- Coração de Papel.

  2.  E como se sente quando você e mais um milhão de pessoas são marcadas em uma postagem de divulgação? Importante: você nem conhece a pessoa, o livro ou o dito cujo do blogueiro e não tem nada a ver com a postagem, apesar de falar sobre livros.


    "Sempre acho que é vírus, nem abro :p"
    Andressa- A. Constantino Brandão.
  3. Se um escritor te enviasse um e-mail da seguinte forma: “Segue em anexo meu livro, fico na espera da resenha”. O que você faria? Detalhe: não tem oi, ou sinopse, ou qualquer tipo de apresentação, apenas um e-mail curto e grosso.

    "Eu ia achar que é pegadinha hahaha dependendo do meu estado de espírito eu ia ignorar ou entrar em contato pra perguntar o que se passa na cabeça desse ser."

    Nathália Simião- Pobre Leitora.

  4. “Ei, eu sou blogueira nova, me segue” e o link do blog. Nem oi, nem tudo bem, nem nada. Como você lida com esse tipo de atitude?


    "Quando vem no inbox ou mensagem na Fanpage ignoro... Quando vem por email apago."

    Diana Canaverde- Minhas Escrituras.

  5. “A capa do meu livro saiu!” E um milhão de pessoas marcadas na imagem. Você se interessa de verdade pelo livro ou primeiro fica irritada com o spam?


    "Eu me desmarco na hora. Confesso que se a capa é bonita eu acabo adicionando no Skoob, mas me desmarco mesmo assim e não será um livro que vou desejar ler tão rápido, ele só fica lá na lista de possibilidades."

    Mari Scotti- Coração de Papel.

  6. “Adorei o post! Tem resenha nova no meu blog, retribui?” O quão é irritante não ler um post e deixar propaganda?

    "Affew, a pessoa tem a capacidade de entrar no blog, não ler a resenha, só para divulgar o próprio blog? Eu deleto o comentário e finjo que não aconteceu. Só a pessoa acha que está sendo inteligente, e enganando alguém. Quer ter resultado? Leia a resenha, faça um comentário construtivo, e ao final, deixe o link do seu blog. Se você quer que eu perca alguns minutos do meu dia conhecendo seu blog, tire esse tempo para conhecer o meu."
    Lígia Colares- Palavra Chave.

  7. Na sua opinião, qual a melhor forma de se divulgar sem ser inconveniente?

    "Se a pessoa entra em meu blog, lê o meu conteúdo, comenta de verdade e deixa seu link como assinatura, eu costumo visitar o blog e vejo se me agrada. É uma propaganda sutil, mas que funciona. Um (e não mais que um) e-mail educado convidando a pessoa a conhecer o seu conteúdo por tal razão, explicando o porquê você acha que seu trabalho pode interessa-la, também acho válido e não invasivo."

    Andressa- A. Constantino Brandão.
     
    Bem amiguinhos blogueiros/youtubers/escritores, vocês devem ter percebido que ninguém gosta de ser bombardeado por "spams". Todos nós entendemos a necessidade de se fazer divulgação, mas precisamos manter a educação e o respeito com o trabalho do outro. Sejam educados e recíprocos e ficaremos muito felizes em ajudar ^^

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, não utilizem palavras ofensivas ou divulguem spoilers de qualquer espécie.

Obrigada!