segunda-feira, 11 de abril de 2016

Black Sails

    Uma série prequel baseada no livro a Ilha do Tesouro Perdido de Robert Louis Stevenson, que conta a história dos piratas de Nassau, um lugar dominado pelo comércio ilegal e pela prostituição.

    A história se inicia com o capitão Flint, um pirata famoso, tentando impedir o possível motim de sua tripulação, enquanto busca ajuda para conseguir um grande saque que poderá mudar a vida de todos na ilha.

     Quando comecei a assistir a série, imagina que seria algo bem mais simplório, com muita ação e sangue, mas acabei tento uma ótima surpresa. Apesar da violência ser muito presente na história (as vezes mais do que eu gostaria), a parte política do enredo é muito bem desenvolvido, e a guerra pelo poder é algo ótimo de se assistir.
     Os personagens são muito bem elaborados, cada um com um objetivo de vida diferentes, lutando por suas próprias razões, o que te deixa muitas vezes indeciso sobre que lado está certo ou para quem torcer. As mulheres da série são outro trunfo, determinadas, fortes e duronas, mesmo as mais sensíveis. Alguns desses personagens são mais complexos e te inspiram sentimentos controversos, o que no meu caso aconteceu com o capitão Flint, que tem métodos radicais para conseguir o que quer, mas que depois de um tempo, comecei a entender os seus motivos.
      As duas primeiras temporadas são ótimas, e maratonei os 18 episódios em questão de dias. Sei que a terceira temporada já foi lançada e estou ansiosa para sua chegada no Netflix.

      Ps: Não recomendo para menores de 18 anos, pois a série tem muitas cenas de sexo e de violência, motivo pelo qual não coloquei o trailer oficial aqui :p


4 comentários:

Por favor, não utilizem palavras ofensivas ou divulguem spoilers de qualquer espécie.

Obrigada!