quarta-feira, 17 de agosto de 2016

BEDA 17: 2º Micro conto épico do dia a dia.





     Esse seria sem dúvidas meu maior e mais difícil desafio. Nunca havia feito isso antes, mas respirei fundo e ignorei o suor insistente de minhas mãos.
     Fixei meus olhos firmemente em meu objetivo, ignorando os sons ensurdecedores e as pessoas que se movimentavam apressadas ao meu redor. Precisava ser corajoso e não temer o destino, assim como fizeram todos ali presentes.
      Atravessei à passos largos a  distância que nos separava. Agora era tarde para desistir, a garota do outro lado sorria para mim.

     — Você gostaria de dançar?— perguntei apressado, mas decidido, ignorando um fraco tremular em meus joelhos.

     — Tudo bem!— disse ela e então me estendeu a mão, que de bom grado aceitei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, não utilizem palavras ofensivas ou divulguem spoilers de qualquer espécie.

Obrigada!