segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Magi- The Kingdom of Magic


     The Kingdom of Magic é a segunda temporada do anime Magi e da inicio a uma nova jornada para os personagens, que agora seguem seus destinados separados, em busca de alcançar seus objetivos.
      Aladdim decide aprender magia na academia de Magnostadt e descobrir qual a ligação desse país com o Al-Thamen, onde teremos as maiores explicações do anime, que até o momento se mostrava um tanto quanto confuso e a inclusão de novos personagens importantes.
     Pouco após o inicio da temporada, o enredo começa a ser mais detalhado, amarrando as pontas soltas deixadas em Labyrinth of Magic, como a verdadeira origem do protagonista e quem são os verdadeiros responsáveis pelas anomalias que tem acontecido no mundo.
      Infelizmente, após um bom trabalho de correção na história, o final acabou não agradando. Tudo acontece muito rápido e tem suas resoluções de forma ainda mais acelerada. As grandes expectativas geradas sobre o grande mal que acometeria o mundo, além das guerras entre as principais nações do desenho, terminaram quase que instantaneamente, sem grande elaboração, isso sem falar de alguns acontecimentos que pareceram forçar um final feliz.
       A segunda temporada continua utilizando muito mal as personagens femininas e diminuiu o tempo de tela da Morgiana, a única que tem ainda alguma história durante o anime. A sexualização exorbitante que acontece na maioria dos animes me irrita bastante e nesse caso não foi diferente.
      A série animada deixou um gancho para continuação, que eu não tenho certeza se será feita, mas existe uma série Spin-Off que conta a jornada de Sinbad, trinta anos antes da história original. Eu comecei a assistir essa semana e logo trago a resenha para vocês ^^

6 comentários:

  1. Eu li alguns dos mangás e em seguida alguns episódios do anime, e posso dizer com certeza, que há uma grande diferença. Acredito que no mangá as coisas acontecem num timing mais propício, além das cenas de humor que são hilárias! Espero continuar lendo o mangá quando o encontrar - provavelmente terei de ler pela internet!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito em você sobre a questão do enredo, porque no anime é tudo bem confuso, principalmente na primeira temporada. Na questão do humor, eu não sei como é no mangá, mas no anime são as piores partes :s
      Ainda vou assistir ao spin-off antes de decidir de ler o mangá, mas boa procura e leitura para você ^^

      Excluir
  2. Infelizmente a machismo é muito marcado no Japão que é impossível achar um anime que não represente em personagens femininas. O manga continua sendo feito e foi lançado aqui faz uns anos já, eu realmente espero que façam a continuação porque não tenho paciência para ler manga. Eu não lembro como acabou essa temporada, mas achei os arcos do Império de Kou, do Império Reim e de Magnostadt muito legais. Gostei muito do Titus e da Scheherazade.

    Bites!
    Tary Belmont

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente um pena, são muito poucos os que não apelam para a sexualização :/
      Eu também gostei do TiTus, mas o "desfecho" da história dele não me agradou, achei um pouquinho forçado rsrs

      Excluir
  3. Nunca tinha ouvido falar nesse anime. Parece bem curioso apesar de que me desanima qd eles correm muito e fica mega vago =( ah, a sexualização feminina em animes em alguns chega a ser grotesca mas ainda bem que há vários que eles conseguem personagens femininas forte sem apelar. Vou procurar esse pra assistir =) obg pela dica! beijos beijos!

    Metamorphya•••

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As três temporadas do desenho estão disponíveis no Netflix, confesso que a legenda da primeira está um pouco estranha, mas foi por lá que eu assisti.

      Excluir

Por favor, não utilizem palavras ofensivas ou divulguem spoilers de qualquer espécie.

Obrigada!