terça-feira, 7 de março de 2017

O problema da tela do celular no cinema

imagem retirada do google
    Acho que as pessoas não entendem mais a intenção do cinema. Muitas vezes vamos para nos encontrar com amigos, ver um filme tão aguardado, aproveitar uma boa qualidade de imagem e som ou ainda ter uma experiência diferente, referente a imersão que o cinema proporciona.
     Existe uma razão para que as luzes estejam apagadas durante o filme, e isso vai além de melhorar a visibilidade da tela, afinal durante os trailers alguns "holofotes" são mantidos acesos e é possível enxergar perfeitamente.
     Estar em uma sala escura, com um som de qualidade e apenas a tela como ponto de atenção, faz com que a experiência do filme seja mais intensa, coisa dificil de ter em casa, com as distrações do cotidiano.
     É realmente uma pena que algumas pessoas não consigam aproveitar esse momento e ainda desrespeitem aqueles que estão a sua volta, mantendo as telas dos celulares acesas, incomodando a visão e a atenção daqueles que conseguem se desconectar por alguns pares de horas.
      Não entendo a razão para se sair de casa com o intuito de assistir um filme e ao invés de desfrutar desse momento, passar duas horas com os olhos presos no mesmo objeto que encaramos durante o resto do nosso dia. Tudo bem que a pessoa tem o direito de fazer o que quiser com seu tempo e seu dinheiro, mas isso não lhe dá o autoriza incomodar o lazer dos outros. Não é só o barulho que atrapalha.
      Espero que não me entendam mal, não sou contra a tecnologia, nem nada do tipo, só acho que existe lugar e hora para certas coisas.
       Esse texto é um pequeno desabafo e um apelo, por favor, não seja a pessoa que fica com a tela do celular ligada durante um filme no cinema, aquela telinha iluminada pode não parece nada no dia a dia, mas dentro de uma sala fechada e escura, ela chama uma tremenda atenção e incomoda as vistas dos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, não utilizem palavras ofensivas ou divulguem spoilers de qualquer espécie.

Obrigada!