segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Atypical

Sam e Paige da série atypical

     Em Atypical, acompanhamos o jovem, que está no espectro autista, em sua jornada para começar a namorar. O seu desejo de se tornar mais independente, trás diversas mudanças em sua vida e na de sua família. 

     A nova série da Netflix é sensível e ao mesmo tempo engraçada, divertindo ao passo que nos mostra uma realidade ainda desconhecida para muitos.
     O personagens são bem elaborados, cheios de defeitos e qualidades que os tornam mais reais. Ninguém é perfeito, todos erram, ainda que muitas vezes tenham boas intenções.

Casey da série atypical dizendo que queria ajudar

     Vemos toda a mudança das relações entre pais e filhos com o passar do tempo, quando as crianças param de ser tão dependentes e os pais precisam se adaptar a essa nova fase, onde suas funções também mudam.
     Cada um dos personagens tem seus próprios dilemas e opiniões diferentes sobre determinados assuntos, que muitas vezes geram conflitos entre eles.

     O fim da temporada foi uma das melhores que assisti nos últimos meses, apresentando uma evolução dos seus personagens e deixando um ótimo gancho para a próxima segunda temporada, daqueles que você torce desesperadamente para que a série seja renovada logo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, não utilizem palavras ofensivas ou divulguem spoilers de qualquer espécie.

Obrigada!