domingo, 7 de janeiro de 2018

OQAES: O Príncipe do Natal, A Grande Muralha e Estrelas Além do Tempo



     Amber Moore (Rose McIver) é um jornalista que recebe a tarefa de cobrir a coroação de um príncipe, prestes a assumir o cargo de rei, mas a jovem acaba sendo confundida e passa a trabalhar dentro do castelo, o que poderá lhe render uma ótima matéria.
     O Príncipe do Natal, produzido pela Netflix, é um filme que cumpre tudo o que promete, ser um romance bem clichê para se assistir no Natal. Com um enredo que já vimos antes, um desenrolar leve e previsível, que distrai e traz uma sensação de conforto







      Em A Grande Muralha, acompanhamos os mercenários Willian (Matt Damon) e Tovar (Pedro Pascal) que estão em uma jornada em busca do "pó preto", mas acabam aprisionados nas Grandes Muralhas da China, em meio a um ataque de monstros que se alimentam de humanos, e precisam decidir se tentam fugir, ou se batalham ao lado do exercito para proteger suas vidas.
      O filme é cheio de ação, lindas armaduras coloridas, mas pouca história. Muitas coisas são pouco explicadas e os personagens acabam não tendo muita profundidade. Ficamos sabendo que algo no passado de Willian o incomoda, mas isso também não é explorado.






      Estrelas Além do Tempo é um filme baseado em fatos reais, que conta a história de um grupo de mulheres negras, que trabalharam na NASA na época da segregação racial.
     O longa tem como protagonistas as personagens Katherine Jonhson (Taraji P. Henson), uma habilidosa matemática, que trabalhou diretamente com os cálculos para as trajetórias espaciais, Dorothy Vaughn (Octavia Spencer), que além de uma ótima matemática, tinha boas habilidades mecânicas e senso de liderança, e Mary Jackson (Janelle Monáe), uma mulher forte, que precisara batalhar para se tornar engenheira.
     O filme mostra, de forma emocionante, os problemas e injustiças sofridos por essas mulheres para que pudessem receber oportunidades e reconhecimento, e como elas não desistiram e lutaram para conquistar seu espaço em uma sociedade racista e machista.
        

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, não utilizem palavras ofensivas ou divulguem spoilers de qualquer espécie.

Obrigada!