quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Perguntados 2

imagens do jogo perguntados 2


Para quem, assim como eu, afora joguinhos de perguntas e respostas, aqui vai uma dica de aplicativo que eu, e minha mãe, curtimos bastante. O jogo Perguntados 2 é um aplicativo onde você duela contra um adversário real através da internet (podendo ser um desconhecido ou um amigo seu que também tenha o jogo) respondendo perguntas de diferentes áreas de conhecimento.

categorias do jogo perguntados 2categoria artes do jogo perguntados



O jogo tem uma novidade, que o diferencia de sua primeira versão, que é a opção do Duelo da Torre, onde você e seu adversário disputam para ver que consegue construir a maior torre de conhecimento. Essa é minha opção de jogo preferida em Perguntados 2.


duelo de torres do jogo perguntados 2,duelo de torres do jogo perguntados 2


Você também pode testar seus conhecimentos sozinho, através do desafio diário.

Apesar de ter um limite de vidas, que você precisa esperar recarregar, é possível jogar várias partidas diárias, sendo uma ótima opção para os momentos de tédio, tendo como única desvantagem a impossibilidade de jogar offline.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Livros utilizados no meu primeiro semestre de letras



O fim do semestre chegou e decidi fazer algumas postagens sobre como foi essa primeira etapa da faculdade de Letras.

Hoje fiz uma lista com os livros utilizados nesse primeiro semestre, para vocês saberem um pouco mais sobre o curso e claro, para quem tiver interesse em estudar mais sobre:


Introdução à Lingüística I. Objetos Teóricos de José Luiz Fiorin

Utilizei esse livro durante todo o semestre na matéria de linguística. Ele foi a fonte de um grande trabalho solicitado, que consistia em realizar resumos de alguns textos contidos nele, mas também serviu como fonte de estudo e preparação para as aulas.








Fundamentals of English Grammar

Esse foi o livro escolhido para a matéria de Inglês Significado e Uso. Ele contém vários exercícios que utilizamos em sala de aula.










Mundo da Língua Portuguesa 7º ano

Apesar de não fazer parte da bibliografia recomendada para as aulas, esse livro do ensino fundamental ajudou na elaboração de um projeto que era um dos trabalhos que meu grupo teve que entregar na matéria de Prática de Ensino.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Aplicativo de transporte: Trafi

setas rosas do aplicativo trafi


Quando você está com pressa e precisa pegar ônibus várias vezes ao dia, saber o horário certo do seu transporte pode ser uma grande vantagem. Depois de testar alguns aplicativos e não ficar satisfeita com nenhum deles, pedi indicação da minha amiga Juh, que parecia sempre saber quando e onde os ônibus iam passar,e ela me falou do aplicativo Trafi.

Nesse aplicativo sabe a hora que geralmente o seu ônibus passa em determinado ponto e dependendo da cidade, pode acompanha-lo em tempo real, garantindo se ela está realmente chegando.




Eu utilizo muito no meu deslocamento de Santos/São Vicente. Nos municipais de Santos, infelizmente não consigo acompanhar os veículos em tempo real, apenas seus horários. Já nos intermunicipais, essa função funciona muito bem (uma vez a Juh acompanhou o meu percurso até sua casa e me buscou no ponto, fiquei impressionada).

Com o aplicativo, também consigo decidir o melhor percurso, ou seja, aquele que o ônibus está mais próximo, mas é preciso pesquisar um ônibus de cada vez.



Através do sistema de GPS, você também pode localizar o ponto mais próximo onde o ônibus que você precisa passa. Então se você estiver em um bairro que não conhece muito bem, ele pode te orientar.

Ah, vale um lembrete para as pessoas que moram na Baixada Santista: Eu não sei porque, mas aparentemente nossos ônibus intermunicipais tem dois números. Exemplo, o circular 02, que faz o caminho do Jokey para a Conselheiro Nébias, tem como número de linha 900 e é esse que você deve utilizar na busca.

Outro bônus do aplicativo é que muitas vezes deixo passar um ônibus cheio, pois sei que logo atrás está vindo outro da mesma linha, que pode estar mais vazio.

Apesar de precisar saber o número real da linha e não poder por pesquisar os ônibus por um percurso determinado (o que seria ótimo), Trafi foi até o momento o aplicativo de transporte público que mais se adequou as minhas necessidades

terça-feira, 27 de novembro de 2018

Faculdade: não se apegue só as notas e na necessidade de passar de semestre


Talvez o que eu vou escrever aqui possa parecer ladainha para alguns e uma obviedade para outros, mas acho que talvez a minha experiência sirva para ajudar alguém a se empenhar de verdade nos estudos que escolheu.

Se você está atualmente estudando ou já se formou, provavelmente conheceu algum, ou vários, ou até mesmo era você, aquele aluno que empurrava as matérias com barriga. Em alguns casos esse aluno nem tira notas ruins, mas faz apenas o necessário para que possa passar de ano/semestre, sem realmente absorver a aproveitar todas as oportunidades de aprendizado que lhe foram propostas. Posso dizer uma coisa sobre essas pessoas, existe uma grande possibilidade delas se arrependerem disso futuramente.

Na minha primeira formação, me dediquei as matérias que mais gostava (texto e vídeo) e fui uma aluna razoável nas outras matérias, o que foi suficiente para que eu me formasse sem nenhuma D.P., mas hoje percebo que esses conteúdos me fazem muita falta e teriam sido muito úteis se eu tivesse praticado mais, tanto durante as aulas quanto depois de formada.

Durante meu ensino médio, fui uma boa aluna (aquela que os amiguinhos muitas vezes chamam de CDF), mas não fui exatamente muito dedicada com matérias que são de muita importância. Por amar história desde cedo, dei grande atenção as aulas, o que deveria ter feito com todas as outras, principalmente português, matéria da qual esqueci boa parte dos conteúdos e hoje na faculdade (adivinhem... de letras) me fazem muita falta. Eu nunca imaginara que um dia decidiria por esse curso e agora preciso correr atrás do prejuízo.

As vezes não percebemos a importância de um aprendizado até que precisemos dele e não o tenhamos mais e é por isso que aconselho a todos se dedicarem aos estudos, mesmo que naquele momento você ache que nunca irá utilizar ele na vida. Conhecimento nunca é demais!

Eu sei que as vezes estamos sobrecarregados de trabalhos e provas para perceber a real proposta daquele projeto que a professora passou, mas ele provavelmente tem um objetivo (pelo menos deveria) e pode compensar parar e pensar um pouquinho nisso e não se preocupar tanto assim só com as notas.

É claro que ninguém que repetir um semestre, ninguém quer pegar uma DP, mas as vezes a preocupação com isso é tão grande, que você se esforça para passar raspando em uma matéria e no fundo, ela não te acrescentou em nada.

Não espere chegar ao fim do seu curso para perceber que você poderia e/ou deveria ter aprendido mais e se dedicado mais. Não é que seja necessário ficar super pilhado em produzir e aprender ao ponto de querer jogar tudo para o ar. Minha dica é curta o seu ensino, aproveite ele, se divirta com ele e enxergue cada trabalho como uma oportunidade de fazer algo bom. É ótimo quando você pega algum projeto que você fez ou uma pesquisa que realizou depois de algum tempo e se sentir orgulhoso daquilo.